2017/09/02

Venham Ver a Festa !

Não é novidade e por isso nem sequer me surpreende, mas cansa.

Começou ontem o maior evento político-cultural nacional.

Durante dois dias e meio vão passar pela Festa do Avante mais de 200 artistas, visitantes do norte ao sul do país e de todos os cinco continentes, representantes de dezenas de partidos comunistas de todo o mundo e de todas as fábricas, escolas, campos, distritos e concelhos do país.

Durante mais dois dias vão ter lugar dezenas de concertos de música popular portuguesa e do mundo, vão realizar-se dezenas de debates, com pessoas que estiveram nos locais, sem comentadeiros de ouvir dizer e que reproduzem as imagens das centrais que vendem desinformação a metro. Vão lá estar sírios que estiveram na guerra, palestinianos que saíram do campo de concentração de Gaza, ex-guerrilheiros das FARC que pela primeira vez viajam com passaporte, venezuelanos que  votaram na constituinte e compram produtos nos armazéns estatais porque os golpistas pinochistas queimam e escondem a comida. Alemães que gritam em letras garrafais serem dos bons, por contraposição aos maus que nos impuseram uma austeridade destruidora. Estão lá representantes de toda a manta de retalhos do comunismo espanhol, os eurocomunistas do PCE, os refundadores, os catalães, os galegos, todos.

Qualquer jornalista passaria ali os três dias em diretas de 24 horas para ouvir, gravar, questionar esta amálgama de informação em primeira mão. Qualquer? Sim, mas teriam de ser jornalistas e não jornaleiros, teriam de trabalhar para meios de informação e não caneiros publicitários de propaganda.

Sabiam?

Não?

Eu sei porque estive lá ontem. Nos pasquins nacionais nem uma referência de capa. Combinaram todos? É cartel? Não, é pior! São os meios de informação todos nas mãos da burguesia a reproduzirem a ideologia dominante. A censurar, a esconder, a silenciar um mundo que está ali ao alcance de todos nós.

Basta ir lá.

Não querem passar por lá?

É ali na Atalaia, Seixal. Aquilo está maior, tem espaço para mais gente.

Apareçam, bebam umas jolas, ou umas vodcas, umas ponchas ou uns mojitos, ou uns Douros, ou uns Dãos que estão a bom preço, comam umas espetadas, ou umas catchupas, ou uma mariscada de Sesimbra, ou um esparguete bolonhesa feito por italianos, ou uma sandes de leitão na Bairrada, ou uma patatas diablo, oiçam umas coisas e conversem com o tipo do lado que não morde ;-)

Apareçam ;-)

Sem comentários:

Publicar um comentário

O seu comentário ficará disponível após verificação. Tentaremos ser breves.