2018/07/23

Um Estado Terrorista e Agora Assumidamente Racista

O estado israelita nasceu como estado confessional, um estado com o judaismo como religião oficial. Sempre tentou escondê-lo mas é um facto assumido nas suas leis fundadoras, isso, a par de uma liberdade religiosa de onde a igualdade está excluída.

O estado israelita já de há muito se assumiu como declarada e abertamente terrorista. Ao premiar o atirador e punir quem divulgou o filmou, ao prender menores, crianças e velhos, ao assassinar manifestantes com claro excesso de força, ao financiar, treinar, armar e salvar outros terroristas assumiu o que já não podia esconder.

O estado judaico na Palestina já há muito pratica o apartheid.

Agora deu um segundo grande passo no seu rumo à mais desbragada selvajaria. Assumiu-se em letra de lei como estado de uma raça, a raça judaica, e de uma só lingua, o hebraico, erigindo assim o apartheid como política de estado. Israel é agora, vinte anos depois de derrotado o apartheid na África do Sul, o único estado de apartheid no mundo.

É chegado o momento de o confrontar como a humanidade confrontou a África do Sul hà mais de trinta anos: #BDS #BoycottDisinvestmentSanctions.

Aqui ficam para refer&ncia futura as ligações para algumas noticias, opiniões e posições sobre o assunto.
- AbrilAbril, 2018/07/23
- Diogo Andrade no Público., 2018/07/23.
- Hora do Povo, 2018/07/20.
- TSF Rádio Noticias, 2018/07/19.
- Jornal de Noticias, 2018/07/18
- Globo, 2017/03.

Sem comentários:

Publicar um comentário

O seu comentário ficará disponível após verificação. Tentaremos ser breves.