2018/10/19

Noticias do Mundo Real 2018/10/19

A uma semana das eleições no Brasil, que podem representar a chegada ao poder de um fascista, muito mais acontece no mundo, muito mais relevante do que as peripécias e jogos de bastidores que a ideologia dominante nos mete portas adentro através das televisões e jornaleiros corporativos.

Aqui ficam algumas noticias, sobre a realidade mundial ocultada pelos média corporativos, para entreter o Sábado, já que no domingo a presença é obrigatória para todos os democratas no Largo do Camões pelas 15:00.

BRASIL
Frente democrática junta partidos no apoio a Haddad Votar por Haddad é a resposta à sombra do fascismo que ameaça estender-se sobre o Brasil, alertaram seis partidos políticos agrupados numa frente democrática em apoio ao candidato presidencial.

Deputados do PE expressam «profundo repúdio» por Bolsonaro Dezenas de deputados de diversos grupos políticos no Parlamento Europeu (PE) subscreveram o «Manifesto Internacional contra o Fascismo no Brasil», vincando o repúdio pelo candidato da extrema-direita

Brasil: o que está em causa Dentro de uma semana e meia o povo brasileiro será chamado a uma decisão de transcendente importância para o seu futuro colectivo e do seu País, com inevitáveis repercussões regionais e mesmo internacionais.(Angelo Alves, Membro da CP do PCP)

Apoiantes de Bolsonaro continuam a espalhar violência pelo Brasil A contenda eleitoral fica marcada pela ascenção da extrema-direita e, também, pelo aumento exponencial de ameaças, agressões e assassinatos. Diversas entidades estão a registar e a mapear os casos.

Bolsonaro quer entregar riquezas naturais ao capital estrangeiro Geógrafos paraenses alertam para os riscos que o Brasil corre se o candidato da extrema-direita for presidente e denunciam os planos «entreguistas» das riquezas naturais ao grande capital estrangeiro.

Brasil: existe a ameaça fascista? A experiência histórica mundial revela que as classes dominantes têm sempre preocupação com a possibilidade de uma insurgência popular e tratam de adoptar medidas preventivas para salvar o regime capitalista, mesmo quando não existe a ameaça iminente da revolução. O fascismo é uma arma à qual os sectores mais reacionários do capital financeiro recorrem para assegurar os seus interesses. O panorama europeu actual é revelador nesse sentido. (Anita Leocadia Prestes)

O fascismo e os “homens bons” Na Alemanha de Weimar também haviam pessoas boas que só queriam um país grande e forte. Estavam descontentes com a crise, a inflação e o desemprego. Tinham críticas aos governos democráticos, muitas delas bastante pertinentes. Queriam defender a família, queriam uma raça pura, bonita e forte. Por isso votaram em massa pelos nazistas e os elegeram em 1932.



ALEMANHA
Aliados de Merkel recuam nas eleições na Baviera O partido conservador bávaro CSU, que integra a coligação que governa a Alemanha, perdeu a maioria absoluta no parlamento da Baviera, face ao avanço dos Verdes e do partido anti-imigração AfD.

ARGENTINA
Justiça decreta reintegração imediata de 133 trabalhadores da Télam
O Tribunal do Trabalho de Buenos Aires deu provimento às acções apresentadas pelo sindicato SiPreBA em defesa da reintegração de 133 dos 357 trabalhadores despedidos na agência Télam, a 26 de Junho.

BÉLGICA
Partido do Trabalho da Bélgica avança nas eleições municipais Nas eleições municipais do dia 14, o PTB conseguiu um significativo avanço nas cidades mais importantes da Flandres e continuou a progredir em Bruxelas e Valónia

BOLIVIA
Bolívia assinala defesa da soberania no Dia da Dignidade Nacional A 17 de Outubro de 2003, Sánchez de Lozada fugiu para os EUA, após ter reprimido quem defendeu a soberania boliviana e se opôs à exportação do gás a baixos preços. Mais de 60 pessoas foram mortas.

CANADÁ
Carteiros canadianos avançam para greve Se a lâmina da proibição da greve já não pende sobre o pescoço dos trabalhadores, a principal ameaça avoluma-se: embora o governo não fale abertamente de privatização, a degradação do serviço em curso corresponde ao guião seguido em todas as partes do mundo onde o capital conseguiu destruir os serviços postais públicos, incluindo Portugal

CUBA
As grandes decisões da Revolução foram debatidas pelo povo cubano Ileana Hernández é coordenadora da Europa da Divisão de Relações Internacionais do Comité Central do Partido Comunista de Cuba. Ao Avante! falou dos enormes desafios que estão colocados à ilha socialista e da decisiva unidade do povo para garantir um país soberano e independente.

Bloqueio a Cuba atenta contra soberania BLOQUEIO A Assembleia Geral da ONU vota no próximo dia 31 uma nova resolução a exigir o fim do criminoso bloqueio dos Estados Unidos contra Cuba, com que o imperialismo tenta submeter o povo cubano.

ESPANHA
Errejón/Carrillo, pedir perdão nº 2 -  Em Espanha, a trajectória de Podemos é cada vez mais semelhante à do Syriza grego. A diferença é que um revelou a sua verdadeira face no exercício do poder e o outro apenas vem trabalhando para que a classe dominante o aceite. Iñigo Errejón, um destacado dirigente de Podemos, veio pedir desculpa por radicalismos passados. Afinal, não criticam o regime saído da “Transição” de 77/78. Apenas querem “actualizá-lo. (Ángeles Maestro)

IÉMEN
Caças sauditas atacam autocarros no Iémen e matam pelo menos 15 civis Um ataque aéreo realizado este sábado pela aviação saudita atingiu dois autocarros com pessoas que fugiam da província costeira de Hudaydah, que é alvo de uma ofensiva militar desde meados de Junho.

INDIA
O dilema geoestratégico da Índia não fica resolvido com a compra dos S-400 A Índia adquiriu à Rússia um conjunto de sistemas antimíssil, e o seu primeiro-ministro afirmou uma perspectiva de reforço das relações económicas e da cooperação entre os dois países. Mas tem também (em nome de uma política de «multi-alinhamento») mantido e reforçado laços, nomeadamente no plano militar, com os EUA, cuja estratégia de confronto com a China, a Rússia e o Irão é conhecida. Uma importante questão, cuja clarificação está por fazer. (Pepe Escobar)

MOÇAMBIQUE
Frelimo vence autárquicas em 44 dos 53 municípios
A Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), o maior partido da oposição, ganhou em sete municípios, incluindo em duas capitais provinciais, Quelimane (Zambézia) e Nampula. O Movimento Democrático de Moçambique (MDM), a terceira força, manteve o município da Beira, capital de Sofala.

PALESTINA
Palestina critica Austrália por reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Nabil Shaath, assessor do presidente palestiniano, Mahmoud Abbas, refutou decisão de primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

Forças israelitas reprimem protesto contra encerramento de escola em Nablus
As forças israelitas usaram balas de borracha e gás lacrimogéneo nos protestos contra o encerramento de uma escola na Cisjordânia ocupada, esta segunda-feira, ferindo dezenas de palestinianos.

Colonos israelitas matam mulher palestiniana no Norte da Cisjordânia
Uma mulher palestiniana foi morta sexta-feira à noite, quando colonos israelitas apedrejaram o seu carro, junto ao checkpoint de Zaatara, perto de Nablus. Os ataques de colonos israelitas sucedem-se.

SÍRIA
Novas denúncias sobre uso de fósforo branco pelos EUA no Leste da Síria
A agência SANA afirma que a aviação da chamada «coligação internacional» usou bombas de fósforo branco, proibidas internacionalmente, num ataque à localidade de Hajin, na província de Deir ez-Zor.

Damasco denuncia condenação de sírio que revelou ligação de Israel a terroristas
A Síria enviou missivas à ONU pedindo-lhe que ajude a libertar o cidadão sírio dos Montes Golã ocupados condenado por um tribunal israelita por expor os vínculos de Telavive com grupos terroristas.

UCRÂNIA
PC da Ucrânia denuncia ameaças contra o seu líder, Pyotr Simonenko
Um comunicado do PCU explica que, no passado dia 10, o deputado Igor Mosiychuk, do Partido Radical, ameaçou de morte o dirigente comunista Pyotr Simonenko, apelando na rede social Facebook ao seu assassinato

UE
Desigualdades, realidade e causas
A caracterização razoavelmente fiel da realidade é sistematicamente aposta a uma abordagem onde a direita e social-democracia discutem os pressupostos, omitindo causas e as suas próprias responsabilidades e das políticas da UE para essa mesma realidade. Os deputados do PCP continuam a trazer as causas e responsabilidades políticas ao debate, avançando propostas que, contrariando o edifício ideológico da UE, melhor servem os trabalhadores e os povos, desde logo o português.

VENEZUELA
Venezuela abandona o dólar, substituído pelo euro e pelo yuan
A Venezuela tornou-se o primeiro produtor de petróleo a substituir a moeda americana por outras divisas. O país responde assim ao bloqueio dos EUA e abre um precedente internacional.

NEO-LIBERALISMO
O neoliberalismo está de regresso às origens O fascismo é o regime político por excelência do neoliberalismo. Pode ter várias caras, mas vive da supressão dos direitos sociais e humanos, liberdades políticas e garantias da maioria dos cidadãos. (José Goulão)

FAO - REFUGIADOS
FAO: migrações são meio para reduzir desigualdades Apesar das dificuldades que podem gerar, as migrações são parte importante do desenvolvimento económico, social e humano e constituem um meio para reduzir as desigualdades, defendeu a FAO em Roma.

ARMAS BIOLÓGICAS
Armas Biológicas Acumulam-se indícios e informações que apontam no sentido do desenvolvimento de armas biológicas pelos EUA. Pior ainda: não as desenvolve no seu próprio território, mas nos de países vassalos como a Geórgia. Extensos surtos de doenças aparentemente com essa origem geográfica, e o próprio facto de se verificarem elevadas taxas de mortalidade entre o pessoal desses laboratórios suscitam legítimas suspeitas. E o principal indício é saber-se que os EUA não têm qualquer espécie de escrúpulos. (Jorge Cadima)

G-20
Bem-vindo ao inferno do G-20
– Líderes mundiais lutam com um turbilhão de questões complexas e candentes quando se preparam para cimeira de 30 de Novembro

#FAKENEWS
As Mentiras do Finantial Times É cada vez mais claro o papel e a participação dos grandes media nas ofensivas do imperialismo. Associam à anterior função de veículos e sistematizadores no plano ideológico um novo papel de propaganda e de distorção informativa. O caso do Financial Times é mais complexo: trata-se também de ocultar as desastrosas consequências económicas e financeiras de tais ofensivas, aspecto tanto mais significativo quanto elas têm igualmente repercussão nos países agressores. (James Petras)

Sem comentários:

Publicar um comentário

O seu comentário ficará disponível após verificação. Tentaremos ser breves.